É mito ou é verdade?

Sabe aquela dúvida sobre a saúde bucal que você não responde com muita certeza? Vamos acabar com isso!

Mito ou verdade Escovar os dentes adequadamente é a melhor forma de prevenir a cárie?

VERDADE A escovação deve ser feita sempre após as principais refeições, com escova de cerdas macias, arredondadas e de cabeça pequena para não traumatizar gengiva, bochecha e língua e ainda facilitar a limpeza dos dentes posteriores. Higienizar a língua e utilizar o fio dental também são fundamentais!

Mito ou verdade – Uma vez tratada a cárie não reaparece?

MITO Quando tratada, a cavidade do dente é restaurada. No entanto, se o indivíduo continuar não cuidando da higienização bucal, poderá surgir nova cárie ao redor da nova restauração (foto abaixo).

fstdsgdfh

Mito ou verdade – Goma de mascar sem açúcar ajuda no combate a cárie?

MITO A goma de mascar sem açúcar não provoca a cárie, mas também não ajuda a preveni-la.

Mito ou verdade – Toda cárie provoca dor?

MITO Nem toda cárie provoca dor. Em muitos casos, manchas brancas ou pequenas lesões são identificadas durante o exame odontológico sem que o indivíduo tenha se queixado de dor.

Mito ou verdade 5 – Consumir muito açúcar ajuda na formação da cárie?

VERDADE Ao ingerir qualquer tipo de carboidrato refinado (pão, macarrão, doces, frutas…) o processo de produção de ácido pelas bactérias que causam a cárie tem início. Este ácido desmineraliza o esmalte dental criando cavidades no dente.

Referência: Associação Brasileira de Odontologia - Mitos e verdades sobre a saúde bucal, disponível em: https://bit.ly/2qlSiny

Dra. Tássia, a escovação noturna é a mais importante do dia?

deses

Sim, a escovação noturna é a mais importante, mas não deve ser a única do dia. 


DICA DO

Escovar os dentes a noite, antes de dormir, é uma parte da higiene bucal diária que garante a prevenção contra a  CÁRIE!

Vamos falar sobre higiene bucal no autismo

Apresentação1Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Este post irá ajudar na rotina diária dos cuidados bucais. Algo tão importante, pois caso a criança autista tenha cárie ela sentirá dor e a dor desorganizará a criança com TEA, podendo torná-la agressiva e assim, contribuir para o aumento do uso das medicações.

Escova ideal > com cerdas macias ou extra macias, cabeça pequena e cabo longo (quando outra pessoa realiza a escovação) ou cabo normal (quando a própria criança escova seus dentes sozinha).

Creme dental ideal > com flúor na sua composição. Lembre-se que a quantidade colocada na escova é bem pequena.

Para ajudar no abrir a boca > dividir por quadrantes e ir escovando por partes, este vídeo auxilia demais (Dino no dentista).

Como escovar os dentes > a mãe deve iniciar a manipulação oral da criança para dessensibilização. A visita ao cirurgião-dentista precisa ser no mínimo semestral (2 vezes ao ano) e deve-se realizar a higiene bucal pelo menos 3 vezes ao dia.

Material e imagens disponíveis em: Cartilha - higiene bucal para pessoas com TEA

DESCOMPLICAndo – removendo o hábito de chupar o dedo

1. Em primeiro lugar, muita paciência. Nenhum comportamento muda de uma hora para outra, nem com adultos e nem com crianças. É preciso tempo e compreensão durante esse processo.

2. Ofereça à criança um espaço para falar sobre seus sentimentos. Estimule conversas que permitam a expressão das emoções, fale sobre si, pergunte sobre o dia dela e demonstre que se interessa por seus assuntos.

3. Proponha atividades manuais. Recortar, colar, pintar, desenhar… Ao estar com as mãos ocupadas, muitas vezes a criança não se lembra de levá-la à boca.

4. Brinquem de desenhar nas pontas dos dedos, coloquem adesivos ou curativos coloridos. Os “dedinhos enfeitados” podem ser um estímulo a mais para que a criança não os coloque na boca.

5. Interrompa o hábito durante o sono. Quando perceber que a criança está dormindo com o dedo na boca, tire de maneira delicada.

6. Aumente o tempo das mamadas. Se a criança ainda mama no peito, deixa-la sugar por mais tempo pode ajudar, já que chupar o dedo pode sinalizar uma carência afetiva.

7. Não tenha atitudes radicais. Colocar pimenta, pó de café ou qualquer outra substância amarga ou picante nos dedos da criança pode agredir seu organismo e não será eficaz.

8. Não ridicularize a criança na frente de outras pessoas. Essa atitude pode aumentar ainda mais sua ansiedade e insegurança.

9. Ofereça às crianças mais velhas alimentos fibrosos, frutas e legumes.

10. Se a dificuldade persistir procure ajuda especializada. Odontopediatras, fonoaudiólogos, nutricionistas e psicólogos podem orientar a melhor maneira de auxiliar a criança.

Texto retirado do, Blog da Leiturinha (Flávia Carnielli)

Quanto açúcar tem nas bebidas preferidas das crianças?

Slide1

Slide2

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o consumo de açúcar deve ser de 25 gramas por dia (aproximadamente duas colheres de sopa).

E em quantidade exagerada, o açúcar prejudica o colesterol, causa diabetes, favorece a obesidade e aumenta o risco a CÁRIE.

Vamos evitar o consumo exagerado destas bebidas e fazer a troca por suco natural feito em casa (com pouco ou sem açúcar).

Referência: https://bit.ly/2mV0c5w