Você sabia que…

A cárie dentária é a doença prevenível mais comum.

Afeta mais de 600 milhões de crianças no mundo.

Seus fatores de risco são comuns a outras doenças não transmissíveis associadas com o consumo excessivo de açúcar, como doença cardiovascular, diabetes e obesidade.

Quando os dentes surgem?

Os dentes de leite nascem, caem e são substituídos pelos dentes permanentes que nos acompanharão até a nossa velhice. Neste processo todo muitas vezes há uma certa confusão em relação aos nomes dos dentes e a idade em que aparecem, não é mesmo? Então, para facilitar seguem-se os esquemas ilustrativos com o nome de cada dente, a fase da troca e a idade com que surgem. Divirtam-se! 🙂

Imagens retiradas do Guia de Saúde Oral Materno-Infantil (link disponível na página Material Educativo do blog, confira!)

4 regras básicas para o controle da cárie

1- Limite o consumo de açúcar em alimentos e bebidas e evite açúcares livres para crianças com menos de 2 anos de idade.

2- Escove os dentes pelo menos duas vezes por dia com pasta fluoretada (1000 ppm de flúor) usando uma quantidade adequada de creme dental na escova.

3- Obtenha orientações preventivas já no primeiro ano de vida.

4- E finalmente…vá a um Odontopediatra para manutenção e cuidados preventivos.

Fonte consultada: Cárie na Primeira Infância: Declaração de Bangkok da IAPD - Pitts N, Baez R, Diaz-Guallory C, et al. Early Childhood Caries: IAPD Bangkok Declaration. Int J Paediatr Dent. 2019; 29:384-38

Escova de dente elétrica funciona mesmo?

Imagem ilustrativa, Escova elétrica Oral-B Stages, +3 anos

A escova de dente elétrica funciona sim. Uma pesquisa recente publicada na Alemanha constatou que as escovas elétricas podem ajudar na escovação contribuindo para uma melhor saúde bucal. Porém, ela NÃO deve ser reconhecida como uma escova milagrosa.

A escova elétrica infantil está disponível para a venda a partir dos 3 anos de idade, mas é fundamental conversar com o Odontopediatra do seu filho antes de adquirir uma. Seu preço varia, iniciando com modelos mais simples que custam em torno de 40 reais. Para o seu uso é preciso movê-la lentamente cobrindo toda a superfície do dente.

Pais e Mães detetives? Como assim?

Imagem internet

É preciso olhar sempre a boca das crianças. Vocês pais, são os responsáveis por cuidar da saúde bucal dos seus filhos entre o intervalo de uma consulta e outra no(a) Odontopediatra. Qualquer alteração detectada previamente tem um bom prognóstico e menores consequências ao paciente.

E o que devo observar Dra. Tássia?

O básico: gengiva, dentes e língua!

Imagem internet – dentes e gengiva sadios
Imagem internet – língua sadia

Na gengiva deve-se verificar a cor rosada (e não avermelhada), constatar ausência de ferimentos, de inchaço, de bolinha de pus e sangramento. Para os dentes é preciso estar atento a cor (que nos dentes de leite é bem branquinho) e ao formato. Qualquer mancha escura deve ser examinada pelo Odontopediatra. E na língua, verificar se não há alteração de cor e ferimentos.

**E não se esqueça, somente o Odontopediatra é capaz de realizar um exame completo. Visite-o sempre!

Cuidado com os bicos artificiais!

Imagem internet

O uso frenético de bicos artificiais (mamadeira e chupeta) traz muitos prejuízos para seu bebê. Há desmame precoce, alterações na arcada dental, disfunções respiratórias, mastigatórias, na fonoarticulação das palavras e acima de tudo, pode favorecer a dependência emocional grave da criança. Por isso, o uso deve ser feito com restrições, em casos específicos e ainda, ser eliminado o quanto antes. Vamos seguir esta ideia!

Leia mais em: https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/cuidados-com-o-bebe/uso-de-chupeta-os-pros-e-os-contras/