Dra. Tássia, porque é preciso usar escova de dente macia?

Imagem internet

Escovas com cerdas médias ou duras NÃO são indicadas pois favorecem o que chamamos de trauma de escovação. A força que você utiliza para a escovação, associada a dureza da cerda da escova, gera um desgaste no esmalte dentário e ainda provoca agressões à gengiva que se retrai e expõe a região do colo do dente, ocasionado a sensibilidade. Por isso, dê preferência as escovas extra macias para bebês e crianças e escovas macias para jovens e adultos.

Jogo Rápido

Imagem internet

Está naquela correria, sem tempo pra nada? Não tem problema nenhum, cola aqui que a informação é expressa! 😉

1- A cárie depende da DIETA e da HIGIENE BUCAL do indivíduo

2- A Odontologia para BEBÊS modifica a filosofia passada de busca do profissional somente quando o tratamento é necessário tornando a EDUCAÇÃO para PREVENÇÃO uma realidade mundial!

3- ROER AS UNHAS traz bactérias da mão a boca além de ocasionar desgaste no esmalte dental

4- Incentivar a HIGIENE BUCAL desde cedo favorece a disciplina e o cuidado por toda a vida!

5- O adulto que chupou CHUPETA em excesso quando criança tende a descontar a tensão no cigarro e na comida

6- O nascimento dos PRIMEIROS DENTINHOS coincide com a maturação das glândulas salivares, por isso o bebê baba bastante

7- O FLÚOR não evita a cárie, mas é o único que reduz a sua velocidade de progressão

8- As crianças devem passar o FIO DENTAL sozinhas só após os 12 anos de idade

9- A boa SAÚDE BUCAL DA MAMÃE contribui para evitar partos prematuros, baixo peso ao nascimento e pré-eclampsia

10- O início da FORMAÇÃO DOS DENTES ocorre na sexta semana de vida intrauterina, assim condições desfavoráveis nesta época como o uso de medicamentos, cigarro, álcool e desnutrição podem trazer problemas para a saúde bucal do bebê!

PAPO RETO: escovação

Imagem internet

É preciso escovar os dentes TODOS os dias! A escovação NOTURNA é a mais importante, porém ela não deve ser a única! O segredo é não escovar com força e nem rápido demais. Utilizar uma escova com cerdas bem macias e com cabeça pequena. Para limpar bem os dentes é preciso escovar todos os lados dele (frente, trás e ainda nos dentes do fundo escovar a região que a gente usa para mastigar). E lembrem-se: nada de exagerar no creme dental, é só uma “sujeirinha”.

Dra. Tássia, uma vez tratada a cárie não volta mais?

Imagem internet

A cárie pode voltar sim! Quando tratamos um dente cariado, restauramos a cavidade no dente com um material restaurador, porém o dente NÃO ganha “super poderes” e NÃO fica invencível contra a cárie. Caso não haja cuidado e uma boa higiene bucal, uma nova cárie pode surgir ao lado da restauração realizada. Por isso a PREVENÇÃO É FUNDAMENTAL!

Quando os dentes surgem?

Os dentes de leite nascem, caem e são substituídos pelos dentes permanentes que nos acompanharão até a nossa velhice. Neste processo todo muitas vezes há uma certa confusão em relação aos nomes dos dentes e a idade em que aparecem, não é mesmo?

Imagens retiradas do Guia de Saúde Oral Materno-Infantil (link disponível na página Material Educativo do blog, confira!)

4 regras básicas para o controle da cárie

1- Limite o consumo de açúcar em alimentos e bebidas e evite açúcares livres para crianças com menos de 2 anos de idade.

2- Escove os dentes pelo menos duas vezes por dia com pasta fluoretada (1000 ppm de flúor) usando uma quantidade adequada de creme dental na escova.

3- Obtenha orientações preventivas já no primeiro ano de vida.

4- E finalmente…vá a um Odontopediatra para manutenção e cuidados preventivos.

Fonte consultada: Cárie na Primeira Infância: Declaração de Bangkok da IAPD - Pitts N, Baez R, Diaz-Guallory C, et al. Early Childhood Caries: IAPD Bangkok Declaration. Int J Paediatr Dent. 2019; 29:384-38

Odontope… o quê?

Imagem internet

Odontopediatria é a especialidade que tem por objetivo o diagnóstico, a prevenção, o tratamento e o controle dos problemas de saúde bucal do bebê, da criança e do adolescente. É responsabilidade da Odontopediatria a educação para a saúde bucal e a integração desses procedimentos com os dos outros profissionais da área da saúde.

Não acredite em tudo que você lê

Notícia divulgada em 8 janeiro de 2019 pelo Viva Bem Saúde UOL

“Artigos científicos pouco embasados e algumas vezes publicados em sites renomados, podem representar um risco para a saúde dos pacientes.”

Site da matéria completa: https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2019/01/08/saude-e-a-area-mais-afetada-pelas-fake-news-diz-especialista-francesa.htm