PAPO RETO: escovação

Imagem internet

É preciso escovar os dentes TODOS os dias! A escovação NOTURNA é a mais importante, porém ela não deve ser a única! O segredo é não escovar com força e nem rápido demais. Utilizar uma escova com cerdas bem macias e com cabeça pequena. Para limpar bem os dentes é preciso escovar todos os lados dele (frente, trás e ainda nos dentes do fundo escovar a região que a gente usa para mastigar). E lembrem-se: nada de exagerar no creme dental, é só uma “sujeirinha”.

Leia + aqui no blog:

1-https://descomplicaodontopediatria.com/2019/08/20/escova-de-dente-eletrica-funciona-mesmo/ ;

2-https://descomplicaodontopediatria.com/2019/03/25/qual-escova-de-dente-comprar/ ;

3-https://descomplicaodontopediatria.com/2018/01/24/vamos-falar-sobre-a-higienizacao-da-lingua/ ;

4-https://descomplicaodontopediatria.com/2017/11/29/vamos-falar-sobre-a-escovacao-dental/ ;

5-https://descomplicaodontopediatria.com/2017/08/16/dra-tassia-quando-comeco-a-usar-o-fio-dental-noa-meuminha-filhoa-ele-e-mesmo-importante/ ;

6-https://descomplicaodontopediatria.com/2018/02/09/leitura-do-dia-colgate/

Começando o ano com o pé direito

Odontologia para pacientes com necessidades especiais é ampliada na rede pública

A assistência odontológica voltada para pacientes com necessidades especiais inicia o ano com novos serviços na rede pública de saúde.

O olhar inclusivo para 23,9% da população integra também qualificação dos Cirurgiões-Dentistas que atuam nessa área.

São mais de 60 novos serviços disponibilizados pelo Ministério da Saúde, na Odontologia e Ortopedia, que prevê garantir melhor qualidade de vida para 1 milhão de pessoas no atendimento realizado em Centros de Especialidades Odontológicas (CEO), Centros Especializados para Pacientes com Doenças Raras, Centros Especializados em Reabilitação, Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência e Oficinas Ortopédicas.

Fonte consultada: http://cfo.org.br/website/inclusao-social-odontologia-para-pacientes-com-necessidades-especiais-e-ampliada-na-rede-publica-com-qualificacao-para-cirurgioes-dentistas/

Dra. Tássia, uma vez tratada a cárie não volta NUNCA mais?

Imagem BBC News Brasil

A cárie pode voltar sim! Quando tratamos um dente cariado, restauramos a cavidade no dente com um material restaurador, porém o dente NÃO ganha “super poderes” e NÃO fica invencível contra a cárie. Caso não haja cuidado e uma boa higiene bucal, uma nova cárie pode surgir ao lado da restauração realizada. Por isso a PREVENÇÃO É FUNDAMENTAL!

PAPO RETO: cárie no dente de leite

Imagem internet

Dente de leite com cárie é problema SIM! Sabe por quê? Porque ele nasce aos 4 meses e dura até os 12 anos na boca, porque criança com cárie precoce tende a ter cárie na vida adulta também, ou seja, o dente permanente não ficará livre dessa, porque a infecção do dente de leite vai para outros locais e órgãos como o coração, por exemplo, porque a cárie gera dor e noite mal dormida para os pais e a criança, porque o dente “preto” gera bullying e baixa a autoestima da criança e por fim, caso o dente de leite seja extraído antes da hora o dente permanente pode ficar torto.

Cuidado com a Ondansetrona

A ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária) alerta para o risco de más formações congênitas (fenda palatina) com o uso de ondansetrona (ex. Vonau), medicamento utilizado na prevenção e tratamento de náuseas e vômitos. Ressalte-se que o mecanismo pelo qual a ondansetrona pode interferir na gravidez humana é desconhecido. Dessa forma, a segurança durante o segundo e o terceiro trimestre da gestação não está estabelecida. As investigações continuam e pode ser que futuramente o uso desse medicamento por mulheres grávidas seja contra indicado.

Texto completo disponível em: http://tiny.cc/z163dz

Quando os dentes surgem?

Os dentes de leite nascem, caem e são substituídos pelos dentes permanentes que nos acompanharão até a nossa velhice. Neste processo todo muitas vezes há uma certa confusão em relação aos nomes dos dentes e a idade em que aparecem, não é mesmo? Então, para facilitar seguem-se os esquemas ilustrativos com o nome de cada dente, a fase da troca e a idade com que surgem. Divirtam-se! 🙂

Imagens retiradas do Guia de Saúde Oral Materno-Infantil (link disponível na página Material Educativo do blog, confira!)

Aleitamento materno SIM!

Imagem Internet

O aleitamento materno é recomendado para TODAS as crianças, de maneira exclusiva até os 6 meses. Isso significa que NÃO é recomendado oferecer nenhum outro tipo de alimento e/ou líquidos neste período. Só o aleitamento materno é capaz de prevenir a obesidade, má oclusão dental, promover ganho de peso saudável, além de melhorar a aceitação de vegetais na infância. 😉

4 regras básicas para o controle da cárie

1- Limite o consumo de açúcar em alimentos e bebidas e evite açúcares livres para crianças com menos de 2 anos de idade.

2- Escove os dentes pelo menos duas vezes por dia com pasta fluoretada (1000 ppm de flúor) usando uma quantidade adequada de creme dental na escova.

3- Obtenha orientações preventivas já no primeiro ano de vida.

4- E finalmente…vá a um Odontopediatra para manutenção e cuidados preventivos.

Fonte consultada: Cárie na Primeira Infância: Declaração de Bangkok da IAPD - Pitts N, Baez R, Diaz-Guallory C, et al. Early Childhood Caries: IAPD Bangkok Declaration. Int J Paediatr Dent. 2019; 29:384-38

Escova de dente elétrica funciona mesmo?

Imagem ilustrativa, Escova elétrica Oral-B Stages, +3 anos

A escova de dente elétrica funciona sim. Uma pesquisa recente publicada na Alemanha constatou que as escovas elétricas podem ajudar na escovação contribuindo para uma melhor saúde bucal. Porém, ela NÃO deve ser reconhecida como uma escova milagrosa.

A escova elétrica infantil está disponível para a venda a partir dos 3 anos de idade, mas é fundamental conversar com o Odontopediatra do seu filho antes de adquirir uma. Seu preço varia, iniciando com modelos mais simples que custam em torno de 40 reais. Para o seu uso é preciso movê-la lentamente cobrindo toda a superfície do dente.